Consequências do uso prolongado de Ibuprofeno

De acordo com o Comite de Avaliação de Riscos em Farmácias da Agencia Europeia de Medicamentos,  tomar ibuprofeno em altas doses  aumenta os riscos de complicações para a saúde, principalmente em falhas cardíacas.

O ministério da Saúde já publicou um alerta para que diminuam o consumo ou procurem alternativas de analgésicos com outras substâncias para variar e diminuir as possibilidades de riscos.

Os resultados das análises feitas pela instituição mostra que o risco de conseqüências cardiovasculares devido ao consumo de ibuprofeno em altas doses (2.400 mg) é similar ao dos inibidores de COX-2, outro da classe dos anti-inflamatórios (AINE) utilizado par ao alivio de dores no corpo.

ibuprofeno

Para quem não consegue substituir o medicamento é recomendado pelas autoridades diminuir as doses diárias de 600 mg para 400 mg  como habitualmente se recomenda e  é possível administrar medicamentos alternativos ao mesmo momento no caso de consumo dos de 400 mg diárias.

Pessoas que sofrem de problemas cardiovasculares ou semelhantes devem recorrer a um médico para averiguara possibilidade de substituição do medicamento ou então de para o tratamento com o medicamento.

Apesar de ser vendidos livremente nas farmácias sem necessidade de receita é preciso ter a consciência de que nenhum medicamento deve ser tomado sem antes pesquisar sobre seus efeitos colaterais e confirmar se as causas fazem jus a medicação com aquela substância. Nenhuma dosagem de Ibuprofeno e seus nomes comerciais ( como o Spidufen o mais conhecido, por exemplo) devem ser administradas sem antes consultar um médico. O Ibuprofeno funciona de verdade, mas é preciso ter cautela ao optar pelo seu uso.

O tratamento à base deste medicamento não pode ultrapassar o período de 4 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *