terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Porque esquecemos dos sonhos e qual é o significado? Segredos revelados!

Por muito tempo  a humanidade tenta desvendar o mistério do mundo onírico e o motivo pelo qual sonhamos. Não é uma tarefa fácil, mas de lá para cá, muitas teorias foram desenvolvidas no intuito de compreender essa experiência para alguns insanas que acontece somente quando dormimos.

Uma das teorias que vem ganhando mais popularidade é a necessidade de processamento das informações. O nosso cérebro é uma potente máquina que codifica símbolos, emoções e outras coisas que, quando acordados, passa pelo filtro da racionalidade indicando histórias e entendimento das coisas, no entanto assim como qualquer outra máquina o cérebro também tem uma memória limitada e não pode armazenar tudo aquilo que acontece  para evitar o superlotamento e problemas futuros.


A consciência de tudo aquilo que armazenamentos de informação ao longo do dia passa pelo cérebro em uma linguagem metafórica, já que o campo da razão está adormecido. Assim, transformamos um mundo surreal e por isso nele vimos coisas que aconteceram no dia, experimentamos sensações, criamos situações desejáveis ou vemos os nossos medos sendo colocados em prática.

Por isso pessoas que sofrem traumas frequentemente tem sonhos complexos processando novamente aquelas informações como uma tentativa de reciclar as informações relevantes ou não dos acontecimentos. Por isso quando acordamos esquecemos rapidamente dos nossos sonhos, porque eles foram reciclados, ajudando a eliminar a sobrecarga de informações da vida diária e mantendo apenas o que é importante de acordo com a programação das experiências que temos. Entender o significado dos sonhos é algo complexo. Por exemplo ao entender o significado de sonhar com sapo por exemplo podemos compreender que eles podem dizer mais de uma coisa somente. 

Os sonhos são realmente apenas um efeito colateral de que o acidente e circuitos ativados no tronco e estimulados por um sistema que gera um lapso, o cérebro por sua vez tenta interpretar essas informações que não são nada mais do que um punhado de informações coletadas em pequeno tempo de espaço e dando assim origem aos sonhos.


Quando acordados isso nos remete somente a memórias e conexões que também podem ser bem aleatórias, é a mesma coisa quando vemos algo e nos remetemos a alguém sem um motivo explicito, mas quando sonhando a razão está adormecida e impede que os fatos tenham sentido explicito. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário